Follow by Email

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

OS DRUIDAS E A ORDEM DO CRUZEIRO

Algo estranho anda acontecendo com quatro garotos: Casemiro, Estela, Yasmin e William, que nem se conhecem, eles vem tendo um sonho comum, todos os dias, no mesmo horário, com as mesmas pessoas... Para complicar ainda mais, após o último sonho, eles acordaram à beira de um abismo e assistiram pasmos a um druida surgir de um ciclone em cima da Pedra dos Segredos. A partir de então os quatro foram levados ao encontro do mestre druida, que pediu a ajuda dos quatro para cumprirem uma missão pouco peculiar: salvar a humanidade da invasão de nanorrobôs que penetram no corpo das pessoas e evitam que elas morram... Mas o que isso tem de mau? Se ninguém morrer vai ser muito melhor... Será? Bem, participe dessa missão insólita e decifre os enigmas que poderão ajudará a salvar nossos amigos.

 
OS DRUIDAS E A ORDEM DO CRUZEIRO
Autor: Egidio Trambaiolli Neto
Editora Uirapuru - www.editorauirapuru.com.br
ISBN: 978-85-60404-58-2
Indicado a partir dos 12 anos de idade
 
 
Quer saber um pouco mais sobre a história? Leia o trecho a seguir, extraído do livro OS DRUIDAS E A ORDEM DO CRUZEIRO:
 
(...) Uma incrível ventania se iniciou, interrompendo a estagnação que até então mantinha o local em um tipo de pausa temporal. O vento vinha de todos os sentidos, concentrando-se sobre a misteriosa pedra e tomando a forma de um turbilhão que subia ao céu em uma espécie de fenômeno semelhante a um furacão. Em meio à fria ventania, uma imagem começou a se formar sobre o topo da pedra. Os quatro recém-apresentados ficaram estáticos, eles viam um estranho vulto humano se formando e irradiando uma intensa luz
que lhe contornava a silhueta.
— Sejam bem-vindos! – comentou aquele estranho homem de pouca idade – Meu nome é Victor Frost, sou um druida nascido no Brasil, filho de uma antiga geração de druidas ingleses.
Casemiro tentou investir em uma conversa – E você pode nos dizer onde estamos e o que fazemos aqui?
— Estão em Cambará do Sul, nas Serras Gaúchas. Esta é a Pedra do Segredo, simboliza o equilíbrio e a harmonia da natureza. Vocês foram escolhidos pelo meu mestre, Dr. Young, para evitar a desarmonia mundial.

 
— Não entendi nada! Como viemos parar aqui? Isto é só mais um sonho maluco! – comentou Yasmin.
— Acalme-se, garota! Fechem os olhos para que eu os leve ao encontro do Dr. Young.
— Espere aí, Victor! Nós não sairemos daqui até você nos explicar melhor o que está acontecendo – comentou William com rispidez.
— Acho que vocês não têm alternativas – comentou Victor – garanto que vocês não vão querer ficar aqui à beira deste abismo.
— Ele tem razão! – Façamos o que ele pede – intercedeu Estela.
Bastou fecharem os olhos e imediatamente, sem que percebessem, já estavam em outro local estranho.
— Saudações! – exclamou Dr. Young.
Os jovens abriram os olhos e contemplaram a serenidade daquele homem. A gruta em que eles haviam entrado era muito bonita, um lugar exotérico cheio de detalhes que mesclavam o real e o místico.
Ao fundo um ambiente confortável que exalava tranquilidade, grandes almofadas, luzes tênues, uma vasta biblioteca com livros em vários idiomas e dialetos, entre eles, uma seção só com os livros de Kini Oruko com os rudimentos da cultura africana e um enorme baú.
— Que lugar lindo! – exclamou Yasmin – Parece até que estamos em outro mundo!
Dr. Young interrompeu o deslumbre:
— Preciso da ajuda de vocês! (...)
 
Gostou? Leia OS DRUIDAS E A ORDEM DO CRUZEIRO e preparem-se para diminuir de tamanho e viajar dentro do corpo de Sofia em busca dos nanorrobôs que podem criar um caos no mundo



3 comentários:

  1. Caramba! Se você fizesse filhos que nem faz livros, você seria um coelho!
    Douglas Barbiere

    ResponderExcluir
  2. Nossa, uma história do geito que eu gosto. vou comprar
    Richard Leal

    ResponderExcluir
  3. Que capa linda!
    A história também parece da hora. Dá vontade de ler.
    Heitor

    ResponderExcluir